Augusto Cacá

A poesia representa o homem para que ele se reconheça, se estranhe e se transforme. Fadas Guerreiras

Textos

Sábado
Mulatas espiam da janela.
Hoje é dia de folia na favela.

Madames espiam da varanda.
No playground ninguém brinca de ciranda.
Carlos Augusto Cacá
Enviado por Carlos Augusto Cacá em 04/03/2010
Alterado em 04/03/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Carlos Augusto Cacá) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras