Augusto Cacá

A poesia representa o homem para que ele se reconheça, se estranhe e se transforme. Fadas Guerreiras

Textos

Sonhos
O mundo devia ter
um pouco mais de poesia,
mais festa, mais alegria,
mais tempo pra se viver.
A gente devia ser
tarado a vida inteira.
Devia não ter porteira,
nem cerca, nem hospício
e nem um outro artifício
que tirasse a liberdade.
Devia ter mais verdade,
mais pontes num pontifício.

A gente devia ser
mais solto na natureza.
Dançar com tanta leveza
até poder flutuar.
E, no alto, encontrar
outros pares libertados.
Saber como tem passado,
tem futuro, tem presente.
E, depois, falar da gente:
nossos sonhos, nosso ofício
de saltar os precipícios
pra poder seguir em frente.

(publicado na revista Tribo das Artes nº 10)
Carlos Augusto Cacá
Enviado por Carlos Augusto Cacá em 12/02/2007
Alterado em 18/02/2007


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras